2018-04-30
Rockwool e C40 juntam-se para demonstrar os benefícios das renovações energéticas
David Alvito

O Grupo ROCKWOOL, fabricante mundial de lã de rocha, e a rede mundial de cidades para a acção climática C40 vão desenvolver um estudo conjunto, durante 14 meses, com o objectivo de demonstrar os benefícios que as renovações energéticas de edifícios podem promover e ajudar as cidades a tomar as mais eficientes decisões em termos de investimento.

 

A joint venture de investigação irá debruçar-se no desenvolvimento de uma ferramenta metodológica, de forma a que seja possível auxiliar as cidades na medição da gama de benefícios que as renovações podem gerar.

 

Actualmente, os edifícios geram cerca de 30% dos gases com efeitos de estufa e são responsáveis por 30% do consumo energético global. Nas cidades do grupo C40, essa percentagem sobe até aos 60%. Dessa forma, este estudo apresenta-se como uma oportunidade única para as cidades reduzirem o seu impacto ambiental, ao mesmo tempo que se colocam na linha da frente no que se refere à melhoria da qualidade de vida dos seus cidadãos, em termos de saúde, bem-estar e segurança, e até da sua produtividade.

 

“Existe um reconhecimento crescente que a gestão energética, acústica e da água, e as renovações estéticas podem aumentar os valores dos edifícios e gerar mais benefícios socioeconómicos. A colaboração entre a ROCKWOOL e o grupo C40 vai ajudar as cidades a compreenderem melhor estes benefícios múltiplos e que se reforçam mutuamente, de modo a tomarem as mais eficientes decisões em termos de investimento, para criarem valor para a comunidade”, referiu Jens Birgersson, director executivo do grupo ROCKWOOL.

 

Kevin Austin, director executivo adjunto do grupo C40, alinha pelo mesmo diapasão, sublinhando que “a investigação mostrou precisamente o que as grandes cidades mundiais necessitam de fazer nos próximos anos, se quiserem cumprir os termos do Acordo de Paris, e impedir os efeitos das alterações climáticas. Cortar com as emissões de gases com efeito de estufa, gerados pelos edifícios, é absolutamente crucial e quantificar os benefícios económicos, sociais de saúde deste esforço, tornará mais fácil para os presidentes das câmaras das cidades que pertencem ao grupo C40 qualquer tomada de decisão”.

ASSINE JÁ
aceito os termos e condições