2015-09-17
Protocolos ajudam a reduzir custos em projectos de reabilitação

O Investor Confidence Project (ICP) Europe propõe dois protocolos de performance energética para a reabilitação de edifícios. Os documentos, que se apresentam como uma ferramenta open source para o desenvolvimento de projectos normalizados de reabilitação energética, estão actualmente em consulta pública.

 

A proposta do projecto europeu funciona de forma semelhante a um pacote de avaliação imobiliária, sendo que cada protocolo gera um conjunto regular de documentação que irá ajudar a normalizar os projectos de reabilitação energética. Desta forma, pretende-se alcançar uma redução dos custos de transacção e reengenharia, que se deverá reflectir numa maior eficiência do mercado, mas também num aumento da confiança e consistência das poupanças.

 

A consulta pública vai “recolher informação técnica por forma a garantir que os protocolos estão em linha com especificidades nacionais e as reais necessidades dos investidores, proprietários e promotores e engenheiros envolvidos em projectos de eficiência energética, facilitando a sua adopção e uso nas reabilitações energéticas de edifícios”, explica o director nacional do ICP Europe, Jorge Rodrigues de Almeida.

 

Investidores, proprietários, engenheiros, seguradoras, agências são alguns dos profissionais e entidades que fazem parte do ICP. Estes agentes reúnem-se no grupo Technical Forum, um fórum de acesso simples e aberto a todos os interessados no desenvolvimento do mercado da reabilitação energética. Os protocolos que estão agora em consulta pública vão ser apresentados num webinar, a decorrer no próximo dia 27.

 

A elaboração destes protocolos está em linha com o objectivo do ICP, com vista à promoção do desenvolvimento de projectos na área da reabilitação energética em vários tipos de edifícios, reduzindo o custo e o tempo associados à análise dos projectos, aumentando a atractividade dos bancos e instituições financeiras para este mercado. O ICP é uma iniciativa europeia com financiamento do Horizonte 2020, o programa de investigação e inovação da União Europeia.

ASSINE JÁ
aceito os termos e condições