2018-09-13
Nova Edição Setembro/Outubro 2018

Sustentabilidade a dois ritmos

 

A par de uma reabilitação urbana apontada como desastrosa em termos de qualidade construtiva e energética, há uma outra realidade que nos dá esperança. Hoje, os grandes investidores estrangeiros que alavancam a economia vieram para ficar e não prescindem da qualidade. Uma boa surpresa que contrasta com a ausência de um desígnio nacional para a energia e sustentabilidade.

 

Ainda nesta edição:


DESTAQUE  Legionella: Registo de equipamentos e planos de prevenção e controlo passam a ser obrigatórios;


ENTREVISTA Hugo Santos Ferreira: “Em 2017, o mercado imobiliário totalizou 21,7 mil milhões de euros”;


SOLAR TÉRMICO Dez anos em apuros;


CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL Estratégias de arrefecimento passivo da arquitetura vernácula do Sul do país, por Jorge Fernandes, Ricardo Mateus e Helena Gervásio;


ANÁLISE  Ombria Resort: o manto da terra como ar condicionado;


EFICIÊNCIA E ENERGIA 2020, o ano verde de Lisboa;


ACTUALIDADES Eficiência energética para preservar um “bem cultural e histórico” chamado Alfama;

 

Não perca estes e outros temas na edição de Setembro/Outubro de 2018 da Edifícios e Energia. Saiba mais aqui.

ASSINE JÁ
aceito os termos e condições