2018-02-26
"A Casa do Deserto", o projeto Guardian Glass que desafia a natureza para melhorar o seu mundo janelas adentro
Guardian Glass

Um deserto. Uma casa. Uma gama de vidros especiais e uma equipa de profissionais qualificados. É "A Casa do Deserto". Um dos projetos mais singulares, mais exigentes, arriscados, criativos e eficientes da Guardian Glass, acaba de ver a luz do dia em Portugal com um objetivo claro: mostrar em primeira mão e no terreno, num ano, nas quatro estações, a importância do vidro na nossa vida do dia-a-dia. Mesmo nos ambientes mais exigentes que possamos imaginar!
            

Assim, desafiando a natureza e concebida para funcionar no que é considerado um dos lugares mais adversos e extremos da Europa, o deserto de Gorafe (Granada), "A Casa do Deserto" assenta numa estrutura de madeira e construída com vidro eficiente Guardian Glass. Em apenas 20m2 distribuem-se quarto, casa de banho e sala de estar. Suficiente espaço para olhar diretamente a paisagem e que conta com um sistema de filtro de água, outro de produção elétrica e um conjunto de painéis solares fotovoltaicos.


O design, resultado do trabalho conjunto de uma ampla e experiente equipa de arquitetos - liderada por Spela Videcnik da OFIS Arquitetura - juntamente com especialistas em vidro, engenheiros e consultores de energia da AKT II e Transsolar, responde aos desafios atuais e futuros dos setores da arquitetura e construção, potenciando estruturas amigas do ambiente e mais eficientes em termos energéticos.


Um dos fatores que intervém diretamente no espaço é o tipo de vidro escolhido. Ao selecionar o mais adequado para cada situação, transforma-se por completo o interior de uma casa.


O tipo de vidro de uma janela ajuda a poupar nos consumos energéticos, a garantir um melhor isolamento térmico e acústico dos interiores e pode até aumentar o nível de segurança contra impactos ou tentativas de roubo numa casa. Em suma, torna uma casa acolhedora e confortável, independentemente da sua localização, quando escolhido de acordo com as necessidades específicas de cada caso. E para facilitar a tarefa e aconselhar em todo o processo, a Guardian Glass tem os produtos adequados e as ferramentas para os identificar de forma simples e rápida. Globalmente, com vidro Guardian Glass de alto desempenho, arquitetos e designers de interiores desenham e melhoram o seu mundo janelas adentro.

 

A localização: o deserto de Gorafe

 

Localizado na parte setentrional da região de Guadix, na província de Granada, Andaluzia, o deserto dos Coloraos de Gorafe deve o nome às cores vermelhas das suas terras e à diversidade de formas que se foram gerando pelas peculiaridades do sistema de erosão e falta de vegetação.


Ao longo de décadas, formaram-se os chamados "badlands" ou "terras ruins", caracterizadas pela extrema aridez e repletas de ravinas. Desfiladeiros, ravinas, barrancos, canais e outras formas geológicas semelhantes marcam a paisagem deste deserto, considerado um dos mais áridos da Europa.


Os especialistas falam sobre "A Casa do Deserto"

 

Spela Videcnik, arquiteta do escritório OFIS Arquitetura: “O que mais nos entusiasma é criar um ambiente de vida confortável em condições tão difíceis quanto as do deserto. Por outro lado, a paisagem é magnífica, é o refúgio perfeito, o escape ao estilo de vida urbana e quisemos criar um ambiente confortável para alguém estar consigo mesmo (…) com a vontade de trabalho conjunto para provarmos que se pode construir uma casa de vidro no deserto capaz de proporcionar um ambiente confortável”.


Markus Krauss, engenheiro da area da sustentabilidade da Transsolar: "Qual foi o meu primeiro pensamento? Foi “Oh, meu Deus! Isto vai ser muito quente!”. Depois pensei "Uau, que desafio”.


Tamás Kovács, Diretor de Assessoria Técnica, Guardian Glass: "Trata-se de um projeto de casa completamente autosuficiente. Não possui fontes externas de energia, eletricidade ou gás. Se precisar de cozinhar, lavar a roupa ou conectar-se à Internet, a energia elétrica será assegurada por painéis solares integrados. E todo este projeto foi idealizado para mostrar que com um vidro adequado, um espaço interior qualificado pode ser criado em qualquer lugar. (...) É uma das provas mais duras a que se pode sujeitar um vidro”. 

Miguel Pérez Navarro, autarca de Gorafe: "Pela primeira vez, quando soube deste projeto, foi uma surpresa. No início pode parecer uma loucura porque se trata de fazer algo semelhante a uma estufa num deserto onde, além do mais, as casas tradicionais são “casas trogloditas”, escavadas no solo enquanto forma tradicional de adaptação a este clima tão extremo”.


O texto acima é da inteira responsabilidade da empresa/entidade em causa. FONTE: Press Release

ASSINE JÁ
aceito os termos e condições