2017-07-04
GEOTERME: Soluções luminosas para baixar a fatura de energia da sua organização
António Vieira, Geoterme

Foi com o intuito de ajudar a encontrar as melhores soluções energéticas para as empresas que surgiu a GEOTERME, em 2001.


Há custos aos quais uma empresa não pode fugir. É o caso dos custos associados ao consumo de energia. Quer se trate de uma empresa de pequena dimensão ou de um grande grupo empresarial, todos os meses, os gastos associados ao consumo de electricidade ou gás são reflectidos na estrutura de custos das entidades.


E, embora não seja possível fazer desaparecer estes custos, existem estratégias e soluções tecnológicas que permitem às empresas terem uma gestão mais eficiente dos seus consumos energéticos e, com isso, conseguir reduzir o desperdício de energia e os custos fixos associados à factura energética.


Foi exactamente com o intuito de ajudar a encontrar as melhores soluções energéticas para as empresas que surgiu a GEOTERME, em 2001. Reconhecida como uma das principais empresas na área dos Sistemas da GTC (Gestão Técnica Centralizada), a GEOTERME foi criada para levar as novas tecnologias aos gestores e utilizadores dos edifícios criando soluções que promovem uma utilização dos edifícios, mais segura, mais económica e mais confortável.


Desta forma, a empresa desenvolve e implementa soluções orientadas para a eficiência energética das instalações, desde a fase de estudo e diagnóstico até à implementação dos sistemas de gestão técnica e automação.


A experiência e a inovação, que são factores distintivos desta empresa, fazem com que a GEOTERME esteja preparada para fornecer as melhores soluções para diversos sectores do tecido empresarial. Por exemplo, na área dos espaços comerciais, a GEOTERME foi responsável pelo desenvolvimento de projectos de eficiência energética no IKEA de Loures e de Alfragide, no Fórum Algarve, ou no AvennidaShopping em Luanda, para dar apenas alguns exemplos. Da área comercial para a hotelaria, são diversas as cadeias de turismo que já recorreram aos serviços da GEOTERME. É o caso do Hotel Tivoli Seteais, em Sintra; do Casino da Póvoa; do Hotel Dom Pedro Palace, em Lisboa ou do Hotel Tryp Aeroporto, em Lisboa, apenas para dar alguns exemplos.


Fora do campo do turismo, a GEOTERME tem ainda no seu currículo o desenvolvimento de grandes projectos na área dos escritórios (Ex: Edifícios do Campus da Justiça), na área da saúde (EX. Hospital da Luz; Hospital do SAMS; Hospital de Braga; Hospital da Guarda); e também na área da Educação e do Desporto (Ex: Complexo Alvalade XXI ou o Caixa Dragão).


Mas o leque de actuação da GEOTERME não se cinge apenas à área dos edifícios. Grupos industriais como a Tabaqueira; os Laboratórios Schering e a Auto Sueco já recorreram aos serviços da GEOTERME para tornarem os seus edifícios mais eficientes do ponto de vista energético.

 

Eficiência energética: Muito mais do que uma questão de poupança financeira


A redução de custos fixos não é a única motivação que leva as organizações a apostarem no reforço e na melhoria da eficiência energética dos seus edifícios. Cada vez mais as preocupações com a sustentabilidade e o meio ambiente colocam uma maior pressão sobre as organizações para adoptarem práticas mais responsáveis na gestão dos seus recursos. A juntar a estes “ingredientes” está ainda o surgimento de novas exigências legais que as empresas têm de cumprir neste campo.

E, neste sentido, o mercado de GTC (Gestão Técnica Centralizada) tem actualmente uma oportunidade de mostrar que é um actor essencial na prossecução dos objectivos traçados pelas directivas comunitárias e governos nacionais para a redução dos consumos. A normalização internacional e a legislação portuguesa - respectivamente a EN15232 e o RECS - definem as condições mínimas que devem existir para um sistema de GTC, assim como os impactos esperados (redução do consumo de energia) com a instalação destes sistemas.


Estamos perante uma realidade em que o impacto dos sistemas de GTC na eficiência energética dos edifícios está documentado, sustentado e legislado. A GEOTERME é uma empresa empenhada nesta transformação em curso - nas acções desenvolvidas dentro da comissão de empresas de GTC da APIRAC e na partilha de conhecimento com clientes finais, instaladores ou projectistas para a divulgação, esclarecimento e aplicação da norma EN15232.


Outra transformação que atravessa a área dos sistemas de GTC é a da normalização dos protocolos. Após décadas da utilização de “protocolos proprietários”, o mercado dos edifícios tem actualmente ao seu dispor protocolos abertos e normalizados como o BacNet, que permite a interoperabilidade entre diferentes fabricantes e tem a capacidade de integrar de uma forma mais simplificada os diferentes sistemas presentes nos edifícios como a Climatização (VRVs, Chillers, UTAs) a Iluminação ou a Segurança.

 

O que distingue a GEOTERME?


Tal como um fato feito num alfaiate, que é personalizado e feito à medida do cliente, também a GEOTERME desenha e concebe soluções de eficiência energética à medida das necessidades de cada empresa. Este é, aliás, um dos trunfos do sucesso da empresa. Mas não é o único. A GEOTERME diferencia-se no mercado porque oferece uma grande abrangência de serviços e soluções orientados para eficiência energética, desde os sistemas de GTC, aos processos de melhoria contínua, passando pela Loja de Automação e pelos serviços de diagnóstico e consultadoria.


“Na Geoterme, fazemos diferente. Representamos uma nova visão na forma de fazer sistemas de GTC. Interessa-nos sobretudo que os nossos clientes tirem partido dos sistemas tecnológicos que desenvolvemos e implementamos”, refere António Vieira, director-geral da empresa.


Para colocar em prática esta estratégia de maior integração e abrangência dos serviços prestados, a GEOTERME dispõe de condições particulares únicas, como as fortes competências nas áreas de IT, que permitem desenhar qualquer solução à medida dos clientes, o conhecimento e a experiencia adquirida ao longo de 16 anos na procura das soluções mais eficientes, a capacidade de implementar um inovador conceito de procura de eficiência permanente em que os edifícios entram num ciclo de melhoria continua e, também, a existência estável e prolongada de parcerias tecnológicas com os líderes mundiais na área da gestão de energia em edifícios, como a Siemens e a DeltaControls.

 

Como tudo começou?


Uma empresa não é uma organização estática. Tal como um ser vivo, uma empresa cresce, evolui e transforma-se. Isso mesmo tem-se verificado no percurso da GEOTERME ao longo dos seus 16 anos de existência. Inicialmente era uma empresa mais vocacionada para os serviços de engenharia mas em 2005, ao tornar-se uma das primeiras empresas parceiras da Siemens em Portugal para a área do Building Automation, deu um passo definitivo para ser uma empresa global de serviços e soluções de automação e gestão de energia.


Dois anos depois, em 2007, foram criadas parcerias com os fabricantes de equipamentos de campo e contadores, a Controll e a Sensus, o que permitiu à empresa passar a oferecer uma gama de produtos ainda mais abrangente e partir para a abertura da primeira Loja de Automação em Sintra, um conceito inovador que haveria de ser replicado no Porto. Também no ano de 2007 foi celebrado o contrato de parceria com a marca Canadiana de GTC, a DeltaControls, aumentando ainda mais a oferta disponível para o mercado.


Em 2010, a GEOTERME desenvolveu, com 100 % de engenharia portuguesa, uma plataforma de monitorização de energia: o Enerbiz. Através desta plataforma, os clientes conseguem ter acesso permanente à evolução dos consumos de energia da sua organização, a partir de qualquer parte do mundo, desde que tenha acesso à internet.


É com base nestas soluções próprias, como o ENERBIZ, e nas parcerias com empresas líderes que a GEOTERME tem estado presente em projectos de referência em diferentes áreas de intervenção e em diferentes mercados - com especial destaque para o continente Africano. Recorde-se que recentemente a GEOTERME celebrou um contrato de parceria com a Siemens BT International para os mercados de Angola e Moçambique.


Quais são as áreas de negócio da GEOTERME?


Como já foi referido atrás, uma das mais-valias da empresa está relacionada com a grande abrangência dos serviços oferecidos na área da eficiência energética. Conheça com mais detalhe as quatro principais áreas de negócio da GEOTERME.


-Gestão Técnica de Edifícios

A gestão de energia nos edifícios de serviços é cada vez mais exigente porque é necessário gerir um grande conjunto de sistemas complexos que utilizam a energia: desde o ar condicionado, passando pela iluminação, pelos elevadores e pelos sistemas de bombagem, entre outros.

A resposta certa para esta necessidade de ter uma ferramenta de gestão e operação, segura, fácil de utilizar e eficaz, reside na utilização dos sistemas de Controlo e Automação, vulgarmente designados por Sistemas de Gestão Técnica (GTC) ou BMS. Recorde-se que as exigências regulamentares, através da norma europeia EN15232 e RECS, obrigam a que todos os novos edifícios de serviços ou sujeitos a grande reabilitação, disponham deste tipo de sistemas.


-Acompanhamento e Optimização

A GEOTERME tem uma estratégia para o acompanhamento e a intervenção nos edifícios existentes de modo a reduzir os consumos de energia e aumentar o nível de conforto e da qualidade da operação e manutenção. Nestes edifícios realiza auditorias e diagnósticos para a definição e contabilização do potencial das medidas de melhoria a implementar. Com base nesta informação os responsáveis e gestores dos edifícios tomam decisões com objectivos definidos. Após a implementação das medidas de melhoria os resultados são monitorizados através de ferramentas customizadas para cada instalação de modo a atingir KPIs ou os níveis de consumo inicialmente definidos aquando da tomada de decisão.


- Diagnóstico e Certificação

A empresa realiza auditorias e diagnósticos energéticos, fundamentais para dar início ao processo de melhoria contínua ou para definir qualquer intervenção de optimização que se pretenda realizar. Associado aos processos de optimização ou dirigido a esse objectivo específico, a GEOTERME realiza auditorias com vista à Certificação Energética necessárias ao SCE e/ou à implementação da Norma ISO50001.


-Loja de Automação

O conceito da Loja de Automação da GEOTERME baseia-se no aconselhamento e venda directa de equipamentos de controlo e automação e privilegia o contacto pessoal com os clientes e uma resposta imediata para cada necessidade.

 

 

 

GEOTERME, uma empresa com preocupações sociais e de cariz humanitário

Além de se dedicar à gestão de sistemas energéticos, a GEOTERME apoia com regularidades projectos de cariz humanitário e artístico. Exemplo disso mesmo foi o projecto DAR é RECEBER, promovido pela GEOTERME em conjunto com a Câmara Municipal de Lisboa e a TAP, no âmbito do qual foram feitas várias missões ao continente africano com o objectivo de promover a recolha e efectuar a entrega de ajuda humanitária a crianças em escolas e hospitais em países como a Guiné Bissau, Mauritânia, Senegal, Mali ou Marrocos.

 

 

Ficha Técnica da GEOTERME


Ano de lançamento:
2001

Escritórios: Rua Engº Carlos Santos, nº 4 - Loja 2, 2725-254 Mem Martins, Portugal

Telefone: +351 21 920 52 10

Site: http://www.geoterme.com/

Número de funcionários: 15

Sectores de actuação: Desenvolvimento de projectos de eficiência energética nas áreas comerciais; edifícios e escritórios; educação; hotelaria; cultura e religião; indústria; desporto e saúde.

Mercados de actuação: Portugal; Angola; Moçambique; Cabo Verde

ASSINE JÁ
aceito os termos e condições