2019-01-23
Preço grossista da energia baixa na Europa pela primeira vez desde 2008
David Alvito

2017 trouxe uma descida do preço grossista da eletricidade na Europa, algo que não acontecia desde 2008. É isso que revela o último relatório sobre os preços e custos da energia em território europeu, publicado há poucos dias.

 

De acordo com o documento, que surge a cada dois anos, o aumento da competição nos mercados grossistas de energia, a partir de maiores quantidades de energias renováveis, melhores ligações e um mercado interno de electricidade mais integrado, permitiu que os preços baixassem, uma situação a que já não se assistia há 10 anos.

 

No entanto, esta é uma tendência que não se deverá manter nos próximos tempos. Os preços grossistas já entraram numa curva ascendente e os motivos são sobejamente conhecidos: uma maior exposição da União Europeia à volatilidade e preços dos combustíveis fósseis.

 

Actualmente, os países da União Europeia são altamente dependentes da importação de petróleo e gás, e o aumento dos preços dos combustíveis fósseis, em especial do crude, levou a um incremento de 26 % no custo de importação da energia na União Europeia.

 

Ainda assim, o documento dá suporte aos objectivos de descarbonização da União Europeia e à estratégia revelada recentemente pela Comissão para a redução dos gases com efeito de estufa e recomenda a diminuição dos subsídios às tecnologias de energia renovável, até 2030, nos futuros preços do mercado de electricidade, tendo em conta o aumento do preço da electricidade proveniente de combustíveis fósseis e à queda das renováveis.

Este relatório analisa o impacto do custo da energia nos orçamentos das famílias, especialmente das mais pobres, onde as facturas energéticas chegam a ter um peso superior a 10 %.

 

Para saber mais sobre os preços e custos da energia a nível europeu visite o portal https://ec.europa.eu/energy/en/data-analysis/energy-prices-and-costs

ASSINE JÁ
aceito os termos e condições