2018-03-13
Ideias de negócios verdes dão prémio até 10 mil euros
David Alvito

Estão abertas as candidaturas ao ClimateLaunchPad, o maior evento cleantech do mundo e que, pelo terceiro ano consecutivo, promove e apoia ideias inovadoras para reduzir o impacto negativo no ambiente.

 

O concurso, uma iniciativa da Comissão Europeia, e que em Portugal é promovido pelo UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto, em parceria com a SPI – Sociedade Portuguesa de Inovação, pretende premiar as melhores soluções em energias renováveis, eficiência energética, agricultura, água, transportes, etc.

 

O programa tem 17 mil euros de prémios para distribuir: o vencedor da competição receberá 10 mil euros, já o segundo e terceiro lugares terão ao seu dispor um prémio de 5000 e 2500 euros, respectivamente.

 

Para Cláudia Ribeiro da Silva, Tech Business Developer do UPTEC, existem “grandes expectativas para 2018. Nos últimos dois anos, a qualidade das ideias tem crescido e temos uma rede de parceiros cada vez mais alargada. A final internacional é o local certo para expandir redes de contactos e conhecer, conversar e trocar ideias com parceiros vindos dos mais de 35 países participantes”.

 

Para além dos prémios monetários, os projectos admitidos vão também receber apoio na gestão e na validação das ideias de negócio, preparação para pitches (apresentação, de curta duração, dos projectos) e acesso à rede internacional de contactos do ClimateLaunchpad. Os seleccionados terão ainda a oportunidade de participar, durante dois dias, num bootcamp com um formador certificado e de apresentar o negócio diante de um grupo de especialistas, nacionais e estrangeiros.

A final nacional do concurso terá lugar no dia 7 de Junho, no UPTEC. Já a final internacional decorrerá em Novembro, em local ainda a definir.


Os interessados têm até ao dia 8 de Abril para apresentaram as ideias e poderão fazê-lo no portal www.climatelaunchpad.org/application-form.


Desde que foi criado, o ClimateLaunchpad já recebeu 2500 ideias. 111 startups foram, entretanto, apoiadas através de investimento externo superior a 15 milhões de euros.

ASSINE JÁ
aceito os termos e condições