Revista Março/Abril 2013

Revista Março/Abril 2013

O mercado do solar térmico em Portugal caiu 51% nos dois últimos anos. Em 2012, a Europa cai 8%. As previsões falharam e o potencial de poupança desta solução não está a chegar como argumento. Onde actuar? São precisos mais apoios mas também mas a indústria que tem que reagir com soluções melhores e mais competitivas. Conheça ainda o impacto económico deste sector na Europa e o que estamos a perder.

Solar térmico - Onde estamos a falhar?
O mercado do solar térmico em Portugal caiu 51% nos dois últimos anos. Em 2012, a Europa cai 8%. As previsões falharam e o potencial de poupança desta solução não está a chegar como argumento. Onde actuar? São precisos mais apoios mas também mas a indústria que tem que reagir com soluções melhores......
Tecnologia: o que pode melhorar?
Tornar a tecnologia mais eficiente é fundamental para que o solar térmico consiga cumprir todo o seu potencial. Um estudo acabado de publicar enumera as prioridades estratégicas ao nível da investigação e desenvolvimento (I&D) e aponta três desafios principais do sector: reduzir custos, aumentar as......
Batemos no fundo?
29% é quanto se estima que o mercado solar térmico português tenha caído no ano que passou. Embora seja um resultado melhor do que fora antecipado (-45%), a verdade é que em dois anos o mercado português cai para metade relativamente a 2010. O incentivo Edifício Eficiente promete travar um pouco......
O potencial da energia solar térmica é “óbvio”
Os sinais de retoma tardam em fazer-se sentir na indústria solar térmica e tal não acontece só em Portugal. Em entrevista à Edifícios e Energia, Robin Welling, que foi recentemente re-eleito presidente da ESTIF (European Solar Thermal Industry Federation), apontou um queda de 8% em 2012 para o......
Pobreza energética cada vez mais perto das nossas casas
Baixos rendimentos, subida dos preços energéticos e falta de eficiência energética nas habitações são as três principais razões para um problema que afecta milhões de europeus: a pobreza energética.
"Aquecer ou não aquecer a casa, eis a questão"
Raquel Nunes
De forma a enfrentarmos o inverno e as temperaturas baixas da melhor forma possível, cada um de nós adota diversas medidas de proteção. A forma como nos protegemos do frio depende de inúmeras variáveis, entre elas o clima em que vivemos, a informação que temos, a perceção do risco e os instrumentos......
ASSINE JÁ
aceito os termos e condições