Revista Janeiro/Fevereiro 2014

Revista Janeiro/Fevereiro 2014

Aquecimento - Menos conforto nas nossas casas

O mercado do aquecimento é um espelho das dificuldades económicas que se vivem no país. Os rendimentos baixos, a subida dos custos energéticos e a falta de reabilitação das nossas casas apontam para baixos níveis de conforto. A procura não acompanha a tecnologia disponível e o argumento do preço continua a adiar o investimento na eficiência energética.

Aquecimento - Temos mais frio nas nossas casas
O mercado do aquecimento é um espelho das dificuldades económicas que se vivem. Estamos mais pobres ao nível do conforto e a procura não acompanha a tecnologia disponível. A deficiente envolvente dos edifícios é outra barreira para o conforto térmico das nossas casas.
Do lado das empresas...
O ano de 2013 foi muito semelhante ao anterior onde a retracção e a procura de soluções mais económicas obrigou a que as empresas redefinissem as suas estratégias.
“O instalador português tem um elevadíssimo know-how”
Tiago Maul está à frente da Sistavac há vários anos. A internacionalização foi inevitável e hoje esta empresa que actua em várias áreas no sector das instalações especiais está presente em vários países. Conheça os desafios e as dificuldades para as empresas portuguesas venderem os seus serviços......
Sector pede medidas urgentes
2013 foi mais uma marca negativa para o solar térmico nacional: as novas instalações caíram 55% e foi por pouco que se ultrapassaram os 40.000 m2. Metas comprometidas e empresas em modo de sobrevivência extrema são o retrato actual do sector.
Energia e a crise. A mudança de paradigma energético.
António Ferreira dos Santos*
Portugal é um país com uma elevada dependência energética. A inexistência de recursos energéticos fósseis conduz a este cenário, ainda que, e devido ao aumento da presença de tecnologias que exploram Fontes de Energia Renováveis [FER], essa dependência tivesse passado de 89% em 2005 para 80% em......
ASSINE JÁ
aceito os termos e condições